Arquivo da tag: Adeus

Bilhete-Soneto (Tiago Nascimento)

Ninguém pediu que ela fosse embora Mas na gaveta as contas se acumulavam E não podia pedir um aumento de novo Por que quem sempre paga o pato é o povo? Ela sonhava vencer no jovem planeta Fazia amor, sexo, … Continuar lendo

Publicado em Versos | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário