Por quê a Homofobia (Fernando Bastos)

Nós, humanistas seculares, pensamos que todos devem ser livres para escolher com quem desejam se relacionar amorosa e sexualmente. Somos a favor dos direitos humanos e da liberdade individual. Infelizmente, muitos ainda acreditam que a prática homossexual é pecado ou errada. Vamos conhecer os principais argumentos dos que são contra a homossexualidade:

1. Deus não aprova.
A justificativa estaria em três trechos bíblicos. Levítico 20,13: Deus diz que homem que deitar com homem como se fosse mulher deve ser morto. Em I Coríntios 6,9: afeminados não vão para o céu. E em Romanos, 1,24: “as suas mulheres mudaram as relações naturais em relações contra a natureza.”
Mas seria mesmo Deus contra o amor homoafetivo? Para os teólogos modernos, não. Porque os recentes estudos descobriram que algumas leis bíblicas não foram dadas por Deus, mas fazia parte da cultura do povo. Por exemplo: na Bíblia, Deus autoriza a morte de adúlteros (Levítico 20,10), de filhos desobedientes (Deuteronômio 21,18) e de noivas que praticam sexo antes de casar (Deuteronômio 22,13). A lista é grande. Estudiosos descobriram que, assim como essas leis não eram ordens de Deus, a lei que punia homossexuais também não era de Deus, mas dos homens. Sendo específico, dos sacerdotes hebreus. Por que eles criaram essa lei? Não gera descendentes e a nação de Israel precisava crescer; mais gente, mais mão de obra no futuro e mais soldados para o exército. Se os sacerdotes dissessem que a lei era deles, o povo não seguiria com tanto fervor. Por isso os antigos se esmeravam em convencer o povo que a legislação tinha a assinatura de Deus. Dava mais credibilidade.

2. É repugnante.
Alegam que as práticas homossexuais, isto é, a penetração anal, o sexo oral e a masturbação mútua vão contra os bons costumes. Os que defendem essa tese esquecem que casais héteros realizam as mesmas práticas. Portanto, a aversão tem causas culturais e não passa de um preconceito.

3. Provocaria a extinção da humanidade.
Por não gerar descendente, acreditam que em pouco tempo, a humanidade se extinguiria. Segundo dados científicos, de 8 a 10 % da humanidade são homossexuais. Mesmo se a homossexualidade fosse aceita no mundo todo, a maioria ainda seria de héteros, portanto, a reprodução estaria garantida.

4. Deus criou Adão e Eva e não Adão e Ivo.
Trata-se de um argumento anedótico (uma falácia, erro de argumentação lógica) muito usado por quem se declara contrário a relações entre iguais.
Hoje temos provas de que Adão e Eva são mitos, o ser humano não veio do barro, mas é o resultado de um longo processo de evolução. Entretanto, para quem não abre mão de acreditar que existe um Deus criador, devemos refletir:
Ora, se Deus não quisesse que existissem homossexuais, seria bem simples nem tê-los criado. Nossa orientação sexual é inata, segundo os cientistas. Portanto, Deus (ou a Natureza) é responsável pela orientação sexual que o indivíduo terá no futuro. Na mais das vezes, o ser humano manifesta bem cedo, entre os sete e dez anos, por quem vai se interessar mais adiante. Não seria uma grande maldade de Deus colocar a semente do desejo homossexual em bebês, e depois mandar puni-los por serem o que são? Sei que muitos vão continuar odiando ou sendo contra relações homoafetivas. Mas pensem nas consequências desse preconceito tolo e absurdo:
A cada dois dias, um homossexual é vítima de assassinato no Brasil. Nos últimos anos, 25% dos gays da União Europeia sofreram algum tipo de agressão. Em sete países no mundo existe a pena de morte para homossexuais. Sem contar os milhares de suicídios e os milhões de seres humanos que vivem infelizes por não poder ter a mesma liberdade de heterossexuais em manifestar desejo e amor por outro ser humano. A Idade Média e a fogueira da Inquisição são coisas do passado, é hora de sermos mais humanos.

Esse post foi publicado em Prosa e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Por quê a Homofobia (Fernando Bastos)

  1. vanacomissoli disse:

    Defendendo o princípio de liberdade, eu diria que se alguém quiser ser contra a homossexualidade seja lá sob que alegação, que seja.Se é de Deus ou do diabo, não tem a menor relevância, o que é inconcebível é agredir, destratar, matar em nome de uma ideia absolutamente pessoal.
    Eu não gosto da cor marrom e sairei matando todo mundo que a usar. Ridículo? Por que? Tão ridículo quanto matar homossexuais por que alguém não gosta.
    Não gosta? Ok. Não seja.

O que tens a dizer sobre o post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s