Meus Olhos, Teus Olhos (Thiago Daniel)

Meus olhos de anúncio
Estacionados na tua prateleira
Brincam de silêncio
E te deixam passar

Teus olhos de águia
Navegando em papel veludo
Dobram troncos de Araçá
E me deixam ficar

Meus olhos de chamar sonhos
Deixam-te acordada
E não lembram mais de nada

Teus olhos código de barra
Não leem os meus
Caixa automático

Esse post foi publicado em Versos e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Meus Olhos, Teus Olhos (Thiago Daniel)

  1. Anônimo disse:

    Parabéns, Thiago Daniel…
    Abraços.

  2. Inacio Carreira disse:

    Parabéns, Thiago Daniel…
    Abraços.

  3. O que dizer quando a poesia rompe barreiras e traz visão de luz ao que era velho?
    Parabéns!

O que tens a dizer sobre o post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s